Tenha o relacionamento que sempre sonhou, com esse passo a passo simples.

Inscreva o seu e-mail aqui e receba o Manual dos relacionamentos saudáveis. É grátis!

Saúde e bem estar

A alegria é sua maior aliada na cura de todos os males

A alegria é um dos melhores aliados da sua saúde. Descubra como ela pode ser fundamental até para a cura do câncer!

A alegria é de longe um dos ingredientes mais interessantes da vida. Segundo o renomado psiquiatra cubano Mira y López, a alegria é um dos quatro gigantes da alma. Jason de Carvalho destaca que para se ter alegria tem que haver paz interior e exterior. E você deve esta se preguntando: e daí?

Daí, que muita gente desconhece o fato de que essa emoção é capaz de auxiliar o organismo a se reestruturar. Ela acaba sendo fundamental para o restabelecimento da saúde. Eu mesma sou prova viva disso, com relação à minha vivência do câncer de mama.

Se você tem interesse em descobrir um mecanismo 100% seguro e natural para lhe ajudar a resolver todos os seus problemas, chegou ao lugar certo. Neste post, você vai conhecer os seguintes aspectos sobre a alegria:

  1. O que é alegria
  2. Como a alegria afeta o organismo
  3. Como a alegria me ajudou no tratamento do câncer de mama
  4. Como se manter alegre
A alegria é o combustível mais poderoso que existe no universo.

A alegria é o combustível mais poderoso que existe no universo.

1- O que é alegria

A alegria é uma das quatro emoções básicas da mente humana, juntamente com a tristeza, a raiva e o medo. Ela é responsável pela sensação de bem estar e fundamental para a felicidade.

É muito fácil saber quando alguém está alegre. Ela apresenta sintomas de contentamento e prazer. Em excesso gera a euforia, que nem sempre é tão boa quanto à alegria. É o elemento primordial do prazer.

O mais importante da alegria é o fato de que ela gera energia para o organismo. Tal efeito é muito bem explicado no filme Monstros SA, da Pixar. O poder da alegria é tão forte que gera muito mais energia do que o medo.

A alegria estimula a produção de hormônios que afetam diretamente o desempenho do organismo.

A alegria estimula a produção de hormônios que afetam diretamente o desempenho do organismo.

2- Como a alegria afeta o organismo

O estar alegre age diretamente no organismo e interfere em seu funcionamento. As emoções, todas elas, têm o poder de alterar os estados físicos. O pensamento é o maior condutor de energia que existe no mundo. E todo pensamento gera uma emoção que, consequentemente afeta nosso corpo para o bem ou para o mal.

Você pode sentir isso na prática. Quando está triste fica sem ânimo para nada. Assim como a tristeza profunda é capaz de sugar as forças e gerar um cansaço avassalador, a alegria deixa qualquer pessoa com as baterias carregadas.

Todo esse efeito benéfico é explicado cientificamente. É que a alegria estimula o cérebro a produzir a endorfina, o hormônio da sensação de bem estar. Ao mesmo tempo, inibe a produção de dois outros hormônios: a adrenalina e o estradiol. Ambos afetam as defesas do organismo, por exigir demais dele.

A adrenalina, por exemplo, provoca aumento da pressão arterial, dor de cabeça e irritabilidade. Já o estradiol igualmente produz efeitos vasculares e pode afetar no desenvolvimento de células cancerígenas.

A alegria é poderoso elemento no tratamento do câncer, que por suas características químicas causa profundo abatimento.

A alegria é poderoso elemento no tratamento do câncer, que por suas características químicas causa profundo abatimento.

3- Como a alegria me ajudou no tratamento do câncer de mama

Fui diagnosticada com câncer de mama em abril de 2016. Minha jornada havia começado às 23h do dia 30 de outubro de 2015. Lembro perfeitamente que era uma sexta-feira e enquanto tomava banho para me deitar, percebi alguns nódulos nas minhas duas mamas.

Como você já deve imaginar, fiquei arrasada, pois encontrar nódulos nos seios é o primeiro passo para a detecção de um câncer de mama. E eu havia encontrado um em cada lado, exatamente após o término da campanha Outubro Rosa, que promove a realização de mamografias gratuitas e acessíveis.

Por causa disso, só consegui fazer o exame no começo de dezembro, por conta de todo o processo enfrentado por usuários de plano de saúde. O resultado definitivo só veio após uma segunda biópsia, seis meses depois. Carcinoma lobular invasivo na mama direita com uma ramificação no sistema linfático.

O mais curioso no meu caso é que vivenciei todas as emoções negativas antes da certeza de que tinha um tumor maligno. Travei todo o corpo de medo, a ponto de nem conseguir andar de tanta dor na lombar; tive taquicardia, insônia, medo e muita raiva, por estar passando por aquela agonia de esperar um simples resultado de exame.

O grande drama era o fato de não saber se era ou não. E, para iniciar um tratamento, é preciso ter certeza de que doença será tratada.

E a dor da dúvida foi muito pior do que a dor que a doença me provocou. Sim, foi só mexer no nódulo para que o danado desandasse a doer, mas a dúvida era mais dolorida.

Quando recebi o diagnóstico ensaiei uma onda de profunda tristeza. Foram três dias de choro, lamento e muita dó de mim mesma. Por isso, levantava arrastada para fazer os exames complementares, necessários para a cirurgia e quimioterapia.

No amanhecer do quarto dia, o bom senso me bateu e consegui raciocinar. Sabia que a jornada seria longa e que eu precisava me ajudar. Decidi então mudar minha postura. Nos dias seguintes, foi em um simples episódio do Chaves que me ajudou a iniciar a minha volta por cima.

Eu ri de rolar no chão das bobagens dos personagens e como resultado me senti bem. A força do riso fez com que eu recuperasse o ânimo e como não sou boba, passei a assistir regularmente o seriado e outros programas de humor.

Por esse motivo, consegui encontrar terapias alternativas para o combate à doença. Não tive um resfriado sequer, durante a primeira fase da quimioterapia. A cirurgia foi muito bem sucedida e a recuperação igualmente. O mais curioso é que os próprios médicos ficam espantados com a minha fisionomia que não é a de uma pessoa tratando um câncer.

A alegria de viver pode ser alimentada diariamente com programas humorísticos, como o circo.

A alegria de viver pode ser alimentada diariamente com programas humorísticos, como o circo.

4- Como se manter alegre

Como se manter alegre é a coisa mais fácil, embora o mau humor e o desânimo sejam muito persuasivos. No meu caso, recorro sempre a situações que me deixam felizes. Revezo muito, pois nem sempre vejo muita graça no Chaves ou em outros programas humorísticos.

Felizmente, as opções são muitas. Uma ida ao teatro; assistir a um concerto; pequenas viagens e o contato com os familiares e amigos são fundamentais para manter a alegria. Às vezes uma simples lembrança de momentos felizes é capaz de trazer o bom ânimo de volta.

É complicado afirmar que você vai fazer determinada ação e vai funcionar, porque a autoajuda é um processo extremamente particular. Cada um tem sua própria maneira de reverter seus estados emocionais de negativo para o positivo.

Deixei aqui apenas o exemplo que vivi e funcionou muito bem. O importante é você saber que a alegria é capaz de curar e por que. Daí pra frente, experimente essas e outras formas para se manter alegre e viva bem.

Agora que você já descobriu como a alegria pode curar sua vida, ajude os seus amigos a conhecerem melhor esse processo e o que a alegria pode fazer também por eles. Aproveite e deixe um comentário sobre este post. Ele vai enriquecer em muito o entendimento deste tema.

 Até o próximo!

Fonte:

https://books.google.com.br/books?id=58G2RVzvlDIC&pg=PA70&lpg=PA70&dq=alegria,+segundo+mira+y+l%C3%B3pez&source=bl&ots=C3M77-WIWx&sig=q8SGYzL90NrqO4AUK_wGonPAPxA&hl=pt-BR&sa=X&ved=0ahUKEwj_nIDH27zOAhVLlJAKHaKYDngQ6AEINjAE#v=onepage&q=alegria%2C%20segundo%20mira%20y%20l%C3%B3pez&f=false

http://super.abril.com.br/ciencia/o-bom-humor-faz-bem-para-saude

http://www.melhoramiga.com.br/tag/os-efeitos-da-alegria-em-nosso-corpo/

No votes yet.
Please wait...
Zilda de Assis

Sobre o autor | Website

Zilda de Assis é jornalista e gestora de pessoas. Autora dos ebooks: Já que relacionamentos perfeitos não existem, torne-os saudáveis, O que é autossabotagem e Manual dos relacionamentos saudáveis.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

2 Comentários

  1. Beatriz Gonçalves de souza disse:

    Parabéns !É uma luta para os fortes e vc deixa uma mensagem de força e superação.

    No votes yet.
    Please wait...
    • Obrigada, Beatriz!
      Com certeza e se eu posso, todos podem!
      Grata pelo seu comentário. Volte sempre!

      Abraço,

      Zilda

      No votes yet.
      Please wait...
Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: