Tenha o relacionamento que sempre sonhou, com esse passo a passo simples.

Inscreva o seu e-mail aqui e receba o Manual dos relacionamentos saudáveis. É grátis!

Relacionamento

Como fazer para dividir o controle remoto, mesmo que você compartilhe sua vida com um egoísta

Você convive com um egoísta e ele lhe deixa sufocado? Descubra como fazer para dividir o controle remoto. Leia nesse artigo.

O egoísta costuma controlar não só a relação, mas o outro também. (Foto: <a href='http://br.freepik.com/vetores-gratis/empregado-controlado-por-um-controle-remoto_901026.htm'>Designed by Freepik</a>)

O egoísta costuma controlar não só a relação, mas o outro também. (Foto: Designed by Freepik)

Egoísta é uma palavra que incomoda muita gente, pois ninguém quer ser associado a ela. E se houvesse uma maneira de fazer com que seu parceiro aceite dividir o controle remoto da relação com você? Quando o assunto é relacionamento, sempre há aquele que cede mais enquanto o outro sempre dá as cartas. Com isso, programação e funções do casal ou grupo ficam sempre a cargo desse indivíduo independente da vontade dos demais.

Se você concorda que o relacionamento precisa atender as necessidades e expectativas de todos, leia esse post até o fim. Ele vai lhe ajudar a descobrir o que fazer para equilibrar a dinâmica da relação, contemplando a ambos no uso do controle remoto.  

A palavra de ordem de uma relação deve ser compartilhar. Um verbo que leva cada um a fazer sua parte e que no final faz com que todos participem. Além disso, ensina tanto o egoísta a ser mais receptivo, quanto o omisso a ser menos tolerante.

Como o controle fica na mão do egoísta

É comum em todo relacionamento que alguém assuma a liderança, enquanto o outro sempre cede.  Aquele que tem poder de imposição determina a programação do dia, semana, final de semana e férias. Ocupa todos os espaços, sem considerar as necessidades do outro. Muitas vezes, nem cogita se o parceiro é ou não capaz de opinar ou fazer suas próprias escolhas. Afinal de contas, tem certeza que não.

Ocorre que conviver com o outro é uma das atividades da vida que são vivenciadas no piloto automático. A admiração por ele ou a comodidade de deixá-lo tomar todas as iniciativas tira-lhe sua imagem verdadeira. Sim, esse tipo de pessoa acaba se autodenominando líder ou alguém totalmente proativo, sem ser nem um, nem outro. É na verdade muito mais egoísta, do que outra coisa, mas essa característica acaba ficando ofuscada pelo cotidiano.

O controle remoto fica sempre na mão dele muito mais por responsabilidade do parceiro do que do próprio. Por isso, dividir a razão ao meio, desde o princípio, é fundamental para quem quer um relacionamento agradável e duradouro.

Na verdade, a convivência humana exige doses de empatia e egoísmo tudo junto no mesmo pacote. Sendo uma via de mão dupla, você sempre terá que ceder ou exigir em momentos distintos. Mas o que ocorre na prática é cada um assumir apenas um papel, levando rapidamente quem cede para a insatisfação.

Por isso, exercitar a parceria é tarefa que precisa ser feita já no começo da convivência. E isso não se restringe ao âmbito amoroso ou familiar, estendendo também nos relacionamentos profissionais.

Divida controle remoto com o egoísta

Dividir o controle remoto com o egoísta não é tão difícil, só requer habilidade de negociação. E quem negocia sabe que precisa ceder um tanto para avançar outro. Portanto você pode fazer uma revolução no seu relacionamento se é o seu caso. Negociar é uma boa opção, mesmo se você perceber que é quem mantém o controle o tempo todo.

Por mais autoritário que o outro seja, no fundo, o que ele mais deseja é ser desafiado e mais. É importante para ele ser questionado, desde que com respeito e bons argumentos. Portanto seja sincero e gentil. Comece a dividir o controle oferecendo opções interessantes e destacando o quanto você já cedeu. Mostre que você também é parte da relação e que deseja uma convivência entre dois e não fazer parte de um monólogo.

Sempre enalteça os pontos positivos antes de tocar no assunto decisões. Serve para mostrar que você admira o outro e seu foco não é criticá-lo, mas sim participar mais ativamente da relação.

Ofereça opções e tenha consciência de que muito provavelmente, terá que ceder antes de dividir o controle. Toda vez que você for negociar com alguém, compreenda que somente o exemplo é capaz de leva-lo à ação. Se você estiver reivindicando algo, demonstre que você já fez a sua parte. Isso fará com que o egoísta não tenha escolha, pois já terá recebido a contrapartida, antes de ter que ceder.

Essas são as principais opções para dividir o controle da relação com um egoísta. Se gostou desse artigo, compartilhe com os seus amigos e marque nas estrelinhas aqui abaixo do post. Ajude outras pessoas a terem acesso a essa informação. Deixe também seu comentário. Ele é muito importante para nós.

Até o próximo!

Fonte:

http://www2.uol.com.br/vivermente/reportagens/o_segredo_do_casal_feliz_compartilhar_alegrias.html

http://www.minhavida.com.br/bem-estar/materias/17817-como-lidar-com-pessoas-que-so-focam-em-si-mesmas

Rating: 5.0. From 2 votes.
Please wait...
Zilda de Assis

Sobre o autor | Website

Zilda de Assis é jornalista e gestora de pessoas. Autora dos ebooks: Já que relacionamentos perfeitos não existem, torne-os saudáveis, O que é autossabotagem e Manual dos relacionamentos saudáveis.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: