Tenha o relacionamento que sempre sonhou, com esse passo a passo simples.

Inscreva o seu e-mail aqui e receba o Manual dos relacionamentos saudáveis. É grátis!

Relacionamento

O relacionamento só funciona se há diálogo

Quer um relacionamento prazeroso? Então descubra um dos pilares de uma boa convivência. Porque a felicidade depende das pequenas atitudes do dia a dia.

É bem verdade que os relacionamentos amorosos caminham de acordo com a evolução da sociedade e de suas preferências. Isso significa que na atualidade as pessoas estão mais voltadas para o desenvolvimento de suas carreiras profissionais ou para a satisfação do seu próprio ego.

Sendo assim, correm em busca de sucesso e aprimoramentos que possam destacá-lo na área que atua.

Obviamente tamanha ambição não é um ato errôneo, pelo contrário. Com um mercado de trabalho cada vez mais competitivo é normal que as pessoas queiram ter o seu lugar ao sol. Todavia, além dessa corrida em busca da aceitação corporativa, muitos indivíduos se tornam individualistas e egocêntricos por outras tantas razões.

O ser humano é indecifrável e, por isso, há inúmeras questões que formam a personalidade e as características de cada indivíduo. Sendo assim, cada qual lida com as adversidades, imprevistos e situações da vida de formas diferentes, inclusive nos relacionamentos amorosos.

Hoje em dia é comum ouvir os casais reclamarem de seus namorados (as), noivos (as) ou cônjuges. Parece que sempre há um dos dois que mais se entrega ao relacionamento, que sede mais aos gostos e opiniões do outro ou que procura fazer o seu par mais feliz. São raros os casos em que isso é recíproco.

Há relacionamentos em que ocorre um certo poder sobre o outro, o que acaba anulando as vontades e, até mesmo, em casos graves, a vida do companheiro.

Estar atento significa que você tem interesse no relacionamento e, principalmente, no outro.

Estar atento significa que você tem interesse no relacionamento e, principalmente, no outro.

Os cuidados de um relacionamento saudável

O amor não é uma prisão, portanto, quem se sente aprisionado em um relacionamento tende a ser infeliz. Esse nobre sentimento é libertador, já que tende a fazer as pessoas felizes e realizadas.

Existem casais que crescem juntos, que fazem planos e tentam construir uma vida em comum. Porém, há uma grande maioria de pessoas que sofre, quase sempre calada, por viver um “amor” que as restringe.

O egocentrismo no relacionamento é o que mais torna os envolvidos infelizes. Quem vive com uma pessoa que só pensa em si própria, tende a se isolar, pois àquele em que ela mais confia não está atento às suas necessidades, bem como as suas opiniões acerca do futuro do casal.

Para isso que isso melhore é preciso muita conversa e fazer com que o outro perceba o que está fazendo. Essa é uma das tentativas mais assertivas para contornar a situação, já que é raro os casos em que o indivíduo tem essas atitudes de forma consciente.

O relacionamento cresce quando há diálogo, o que só é possível de um para e ouve o que o outro tem a dizer.

O relacionamento cresce quando há diálogo, o que só é possível de um para e ouve o que o outro tem a dizer.

Uma boa conversa regada de educação e seriedade pode levar o outro a entender que é necessário dar espaço para que o seu par dê a sua opinião sobre o que é certo ou não para o relacionamento.

Do mesmo modo, é evidente que os gostos, os hábitos e o jeito de ser de cada um devem ser compreendidos, afinal, cada qual apresenta uma personalidade diferente.

Construir um relacionamento saudável é uma tarefa que deve ser feita por ambos. Não é algo fácil, pois precisa de muita paciência e determinação do casal, mas saber o que cada um pensa, sente e age é fundamental para um futuro feliz e repleto de realizações.

Aqui você pode refletir um pouco sobre a importância do diálogo no relacionamento. Prestar atenção no outro é fundamental para que você construa relacionamentos saudáveis. Em conjunto com outros dois fatores, saber impor limites e ter comunicação assertiva ele garante sua felicidade em qualquer interação com as pessoas ao seu redor. Você pode aprofundar nesse assunto lendo o livro Já que relacionamentos perfeitos não existem, torne-os saudáveis.

No votes yet.
Please wait...
Zilda de Assis

Sobre o autor | Website

Zilda de Assis é jornalista e gestora de pessoas. Autora dos ebooks: Já que relacionamentos perfeitos não existem, torne-os saudáveis, O que é autossabotagem e Manual dos relacionamentos saudáveis.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

2 Comentários

  1. Leodmila Valente disse:

    Muito diálogo. .. vários diálogos. .. diálogos em sintonia

    No votes yet.
    Please wait...
    • Fato, Leodmila! É preciso muito diálogo para se estabelecer sintonia!

      Abraço,

      No votes yet.
      Please wait...
Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: